Últimas Notícias

[5]

A obesidade está fortemente associada com a asma nas crianças



Considerada a doença crônica mais comum na infância, a asma parece estar intimamente associada com a massa adiposa no corpo. Pesquisadores da Universidade de Duke em colaboração com o PEDSnet (National Pediatric Learning Health System) realizaram um estudo retrospectivo englobando os dados de saúde de mais de 507 mil crianças nos EUA, e encontraram que a obesidade pode ser a responsável por quase um quarto (23-27%) dos casos de asma nas crianças obesas. O achado foi publicado na Pediatrics desta semana.

Algumas das causas de desenvolvimento da asma na infância envolvem genética e infecções virais durante o desenvolvimento das crianças, sendo muitas vezes fatores que não podem ser prevenidos. Por muito tempo também tem se suspeitado do sobrepeso e da obesidade como fatores de risco para a emergência da doença tanto em adultos quanto em crianças. Nos adultos, essa relação de risco já é bem estabelecida. É estimado que a obesidade causa cerca de 250 mil novos casos de asma anualmente entre indivíduos acima dos 18 anos de idade. Entre adolescentes e crianças, esse risco não é bem esclarecido.

- Continua após o anúncio -



Para investigar essa hipótese, os pesquisadores analisaram os dados de saúde de 507496 crianças e adolescentes gerados a partir de 19 milhões de consultas médicas em seis grandes centros de saúde infantil. Esses dados estavam disponíveis através da PEDSnet, tendo sido acumulados entre os anos de 2009 e de 2015.

Os indivíduos foram classificadas como asmáticos caso tenham sido diagnosticadas por dois ou mais médicos e caso tenham recebido uma prescrição para inaladores. Testes de função pulmonar também confirmaram que elas tinham a doença. Os indivíduos obesos foram consideradas aqueles tendo um BMI (Índice de Massa Corporal) 95% acima, ou mais, daquele ideal para a idade e sexo. Aqueles com sobrepeso um BMI 85-94% maior.

Após a análise dos dados, foi encontrado que as crianças obesas possuíam um risco 30% maior de desenvolverem asma do que aquelas com uma massa corporal saudável. Crianças com sobrepeso possuíam um risco 17% maior. O risco para o desenvolvimento de asma foi calculado usando vários modelos e ajustado para outros fatores de risco como idade, sexo, status socioeconômico e alergias. Os resultados permaneceram similares.

Isso pode indicar que cerca de 10% de todas as crianças e adolescentes com idades de 2 a 17 anos - quase 1 milhão de crianças só nos EUA - podem ter evitado a doença ao manter um peso saudável.

- Continua após o anúncio -



Os cientistas ainda não sabem o porquê da obesidade e do sobrepeso serem fatores de risco para a asma na infância, mas algumas hipóteses já estão sendo exploradas, incluindo potenciais diferenças no modo como as vias aéreas e os pulmões das crianças se desenvolvem quando estão acima do peso ideal, e mudanças inflamatórias no corpo devido à obesidade.

Apesar das limitações do estudo, seus resultados trazem um importante alerta para a população, porque corroboram uma clara associação entre o excesso de massa adiposa no corpo e a asma na infância. Prevenir a obesidade infantil ganhou mais um forte argumento.


Publicação do estudo: Pediatrics

A obesidade está fortemente associada com a asma nas crianças A obesidade está fortemente associada com a asma nas crianças Reviewed by Saber Atualizado on novembro 29, 2018 Rating: 5

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]