Últimas Notícias

[5]

Revelada uma das espécies de dinossauros de maior proximidade evolutiva com as aves


O gênero Archaeopteryx ficou famoso por ser o primeiro a mostrar uma clara relação evolucionária entre aves e os dinossauros - mais especificamente os dinossauros terópodes, como os Velociraptores. Ao longo dos últimos 150 anos, o Archaeopteryx tem sido, no geral, considerado um intermediário muito próximo do ancestral direto de transição entre répteis e aves. Porém, análises em anos recentes e descobertas de diversos outros fósseis de terópodes expressando características aviárias, colocaram essa hipótese em xeque. Agora, um estudo publicado na Historical Biology, revelou mais um importante fóssil de Archaepteryx e sedimentou a ideia de que esse gênero, de fato, representa uma ave primitiva antecedente.

Desde sua descoberta em 1861, apenas 12 fósseis de Archaepteryx foram oficialmente anunciados ao público via publicações em periódicos. Muitos dos fósseis descobertos são fragmentados, alguns se tornaram conhecidos dos cientistas apenas recentemente, e um deles acabou se perdendo. De qualquer forma, o grande esforço exploratório para revelar a natureza e o lugar evolutivo desse gênero renderam muitos resultados e interpretações, alguns inclusive controversos. Entre algumas dessas controvérsias, podemos citar:

1. Será o Archaeopteryx apenas uma espécie englobando representantes com variações genéticas diversas (subespécies)?

2. Os fósseis encontrados representam fases joviais, adultas ou ambas?

3. Esses animais possuíam uma locomoção arbórea auxiliada por breves deslocamentos aéreos ou não possuíam nenhuma habilidade para voar (asas não funcionais)?

Porém, a maior controvérsia recai na ligação do Archaeopteryx com as aves. Até a última década, a hipótese mais defendida e tomada como quase certa era de que esse gênero representa uma ramificação intermediária oriunda do ancestral direto de transição entre dinossauros terópodes e as aves. Nesse sentido, esse gênero faria parte do clado Avialae, o qual engloba aves e os dinossauros muito próximo relacionados com as aves. Porém, estudos publicados em 2011 e em 2013, baseados em inúmeros fósseis de dinossauros com penas e outras características similares às das aves - mas não em ligação muito próxima com elas na árvore evolutiva - sendo descobertos e descritos nos últimos anos, começaram a questionar essa hipótese. Essas descobertas tornaram as distinções entre dinossauros não-aviárias terópodes e aves primitivas cada vez mais desafiadoras e inconclusivas. Nesse sentido, a dúvida começou a crescer: será que realmente o Archaeopteryx faz parte do clado Avialae e em próxima relação com as aves? Ou esse gênero apenas evoluiu de forma convergente?

- Continua após o anúncio -



Agora, pesquisadores Chineses concluíram o estudo de oito espécimes de Archaeopteryx, revelando críticas evidências de suporte taxonômico e filogenético. Usando a avançada técnica de microtomografia síncrotron, os pesquisadores mostraram que um dos espécimes - recuperado da mão de colecionadores privados em 2009 - possuía características suficientes para classificá-lo como uma nova espécie (Archaeopteryx albersdoerferi) e mostrar que o seu gênero é o mais próximo do ancestral direto ligando os dinossauros às aves em relação a outros terópodes não-aviários. Isso praticamente quebra duas das controvérsias e reforça o lugar do gênero dentro do clado Avialae, e em posição de grande proximidade com as aves modernas.



A nova espécie é mais jovem (em termos de período de surgimento) do que o Archaeopteryx lithographica (o mais recente desse gênero conhecido até pouco tempo atrás, ~ 400 mil anos mais velho) e possui diversas inovações esqueléticas, como a fusão e pneumatização dos ossos cranianos, cinto do peitoral e elementos das asas bem vascularizados, e uma configuração reforçada de carpais e metacarpais. Essas características tornam a espécie muito próxima das aves modernas


Outra característica interessante é que essa espécie possuía 8 dentes maxilares e 9 dentários, comparado com 9 dentes maxilares e 11-12 dentários dos outros espécimes analisados em próxima relação filogenética, indicando uma possível redução de massa dentária. É também uma óbvia característica separando-o das aves e ligando-o aos dinossauros.

- Continua após o anúncio -



Apesar de nenhuma das características individuais reveladas serem suficientes para mostrar que o A. albersdoerferi era capaz de voar, é mais do que provável que ele conseguia planar ou bater asas para consideráveis deslocamentos aéreos. Além disso, suas características possuem claros paralelos com as aves voadoras modernas, mas com diferenças significativas  (sugerindo que a espécie evoluiu de forma independente essa habilidade).

No geral, o novo estudo fortalece a teoria de que a transição evolutiva dos dinossauros para as aves foi um processo complexo de mosaicos ao invés de uma linha direta de modificações entre distintos clados filogenéticas de dinossauros paravianos. Em específico, os pesquisadores concluíram que a trajetória evolutiva do Archaeopteryx incorporou o desenvolvimento crescente de características anatômicas aviárias e demostraram as peculiares pressões estruturais que facilitaram o estilo de vida aéreo no grupo primordial dos dinossauros terópodes avialanos.


Publicação do estudo: Historical Biology

Revelada uma das espécies de dinossauros de maior proximidade evolutiva com as aves Revelada uma das espécies de dinossauros de maior proximidade evolutiva com as aves Reviewed by Saber Atualizado on outubro 26, 2018 Rating: 5

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]