Últimas Notícias

[5]

Educação, não a renda, é um melhor parâmetro para predizer a expectativa de vida


Segundo um estudo publicado esta semana por pesquisadores do IIASA e da Universidade de Viena de Economia e Negócios (WU), o nível educacional, e não o nível de renda, é o melhor parâmetro para predizer a expectativa de vida.

Em 1975, Samuel Preston desenvolveu a hoje conhecida 'Curva Preston', onde é plotado a renda per capita no eixo e a expectativa de vida nas ordenadas. Essa curva mostram uma clara tendência - apesar de não diretamente proporcional - de crescimento, deslocando-se com o tempo cada vez mais para cima provavelmente pelo desenvolvimento de melhores serviços de saúde pública. Porém, em 1985, John Caldwell e Pat Caldwell sugeriram uma relação alternativa que melhor refletiria a realidade: utilizar o nível educacional entre as mulheres para explicar as tendências de mortalidade.

Para testar as duas hipóteses sugeridas, ampliando o alcance do parâmetro educacional, Wolfgang Lutz e Endale Kebede utilizaram dados de 174 países de 1970 até 2015 para decidir onde é melhor se investir quando se visa uma melhora na saúde e expectativa de vida entre a população: educação ou renda?

- Continua após o anúncio -



Submetendo os dados a análises de multi-variáveis, os pesquisadores encontraram que quando a educação era escolhida no eixo - expectativa de vida versus anos escolares da população adolescente-adulta - a curva criada era muito mais linear, sugerindo que o nível educacional é um parâmetro bem melhor.



Para explicar o achado, os pesquisadores lembram que uma melhor educação leva a uma melhora da cognição, o que, por sua vez, leva a melhores escolhas na vida, especialmente em um mundo cada vez mais contaminado pelas desinformações. Não adianta, por exemplo, ganhar um alto salário, mas torrar o dinheiro em uma alimentação altamente prejudicial ou escolher não se vacinar devido a crenças infundadas (1), por exemplo.

O novo estudo pode trazer importantes impactos ao redor do mundo, onde políticas públicas podem dar um ênfase maior na educação para melhorar o bem-estar e diminuir a mortalidade entre a população.

Compartilhe o artigo:



(1) Artigo recomendado: Vacinas: História, conquistas e mitos


Publicação do estudo: OnlineLibrary

Educação, não a renda, é um melhor parâmetro para predizer a expectativa de vida Educação, não a renda, é um melhor parâmetro para predizer a expectativa de vida Reviewed by Saber Atualizado on abril 27, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]