Últimas Notícias

[5]

Tomar paracetamol durante a gravidez pode reduzir a fertilidade das filhas



De acordo com um novo estudo de revisão publicado na Endocrine Connections, e realizado por pesquisadores da Copenhagen University Hospital, grávidas que usam paracetamol podem prejudicar a fertilidade das suas futuras filhas. O estudo investigou três trabalhos clínicos separados com roedores onde todos reportaram desenvolvimentos alterados no sistema reprodutivo dos filhotes fêmeas que foram gerados de adultos fêmeas que estavam ingerindo paracetamol durante a gravidez.



É bem conhecido que a exposição à algumas substâncias durante a gravidez pode causar efeitos no desenvolvimento fetal que podem não se manisfestar até muito tarde em vida. O paracetamol, ou acetaminofeno, é um medicamento vendido sem necessidade de prescrição médica para o alívio de dores no corpo e que é comumente utilizado pelas mulheres grávidas ao redor do mundo. Estudos recentes vêm ligando o uso de paracetamol durante a gravidez com problemas no desenvolvimento do sistema reprodutivo masculino, mas o efeito no sistema reprodutivo feminino ainda não tinha sido aferido.

Em roedores e humanos, fêmeas nascem com um número finito de óvulos para a reprodução futura. Segundo três estudos clínicos mais recentes utilizando roedores como modelos de gravidez, os animais fêmeas em estado de gravidez que tomaram doses equivalentes de paracetamol àquelas geralmente ingeridas pelas mulheres grávidas para o alívio de dores diversas produziram filhotes fêmeas com um número reduzido de óvulos. Isso significa que, na fase adulta, essas fêmeas terão menos óvulos disponíveis para a fertilização, algo que pode reduzir as chances de uma reprodução de sucesso, particularmente em idades mais avançadas. Além disso, os dados combinados mostraram que a exposição a esse medicamento parece resultar em redução em folículos primordiais, ciclos irregulares, ausência prematura de corpo lúteo e uma reduzida fertilidade, lembrando a falência ovariana precoce em humanos, a qual é ligada à menopausa prematura.



"Apesar disso poder não ser um prejuízo tão severo para a fertilidade da mulher, é ainda uma real preocupação desde que os resultados de três diferentes laboratórios independentes encontraram que o paracetamol pode danificar o desenvolvimento reprodutivo nesse sentido, o que indica que mais investigações são necessárias para estabelecer como isso afeta a fertilidade humana," disse Dr David Kristensen, autor principal do estudo de revisão.

Apesar de modelos roedores serem relativamente bem confiáveis na ação de traçar paralelos com os seres humanos, torna-se ainda necessário estudos em humanos para determinar quais são os efeitos adversos do paracetamol no nosso sistema reprodutivo - os quais podem ser menores ou maiores do que o observado nos roedores.


Publicação do estudo: Endocrine Connections

Referência adicional: Endocrinology

Tomar paracetamol durante a gravidez pode reduzir a fertilidade das filhas Tomar paracetamol durante a gravidez pode reduzir a fertilidade das filhas Reviewed by Saber Atualizado on janeiro 06, 2018 Rating: 5

Um comentário:

  1. NÃO SABIA QUE PARACETAMOL É PREJUDICIAL A FERTILIDADE TANTO DO HOMEM COMO DA MULHER NÃO É TAO PREJUDICIAL BOA NOITE

    ResponderExcluir

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]