Últimas Notícias

[5]

Feridas na pele se curam quase duas vezes mais rápido de dia do que à noite



Um estudo publicado na Science Translational Medicine mostrou que o nosso relógio interno faz com que feridas, como cortes e queimaduras, se curam aproximadamente 60% mais rápido de dia (período ativo) do que à noite (período de descanso).

Esse fantástico novo achado pode ter implicações em procedimentos médicos como cirurgias e fornecer alvos para o desenvolvimento de medicamentos que otimizem a cicatrização de feridas, de acordo com os cientistas da Medical Research Council (MRC) Laboratory of Molecular Biology, em Cambridge, Reino Unido.

- Continua após o anúncio -



Nosso relógio biológico - ou ritmo circadiano - regula quase todas as células do corpo, orientando um ciclo de 24 horas em vários processos, como o sono, secreção de hormônio e metabolismo em geral.

Experimentos usando células da pele de ratos e de humanos - fibroblastos e queratinócitos -, mostraram que durante o relógio interno marcando o período ativo (diurno nos humanos e noturno nos ratos) o tecido da pele é curado quase duas vezes mais eficientemente quando comparado com o período de repouso.

Depois de analisarem os dados de 118 pacientes com feridas de queimaduras do histórico médico da Inglaterra e de Wales, os pesquisadores também mostraram que os resultados obtidos também se espelhavam em humanos (indivíduos 'completos', não apenas tecidos isolados), sugerindo que a regulação circadiana do citoesqueleto influencia a eficácia de recuperação de feridas tanto em uma escala celular quanto na escala organismal.

Nos humanos, queimaduras que acontecem durante a noite (8pm-8am) alcançam 95% de cura depois de uma média de 28 dias, comparado com apenas 17 dias se a queimadura acontece durante o dia (8am-8pm). A razão principal para isso, segundo os pesquisadores, é que as células da pele se movem para o local da ferida - com o intuito de reparação - muito mais rápido durante o nosso período biológico diurno. Dentro das células isso é fomentado pelo aumento de atividade de proteínas envolvidas com o movimento celular e reparo, especialmente a proteína actina. Filamentos de actina fornecem movimentos e sistemas de orientação, agindo como um músculo dentro das células.

Além disso, em feridas que ocorrem durante o dia, existe mais colágeno disponível no local danificado, o qual continuou agindo acima de duas semanas após o evento do machucado. O colágeno é a principal proteína estrutural da pele.

- Continua após o anúncio -



Essas diferenças de recuperação da pele podem ter sido originadas do fato de que, durante o dia (maior atividade) a ocorrência de feridas é mais comum. No caso de ratos, o horário do relógio biológico mais ativo deles - à noite - equivale ao nosso diurno.

No futuro, procedimentos médicos poderão ser realizadas durante um período diurno do relógio biológico artificial, talvez com o uso de luzes (especialmente na faixa do azul) (1) ou medicamentos momentos anteriores ao procedimento, para otimizar o processo de recuperação. Ou seja, podemos enganar nosso ritmo circadiano momentaneamente para ganhar vantagens em operações cirúrgicas, por exemplo.

(1) Como os celulares modernos podem atrapalhar o seu sono?



Artigos Recomendados: 

Publicação do estudo: Science

Feridas na pele se curam quase duas vezes mais rápido de dia do que à noite Feridas na pele se curam quase duas vezes mais rápido de dia do que à noite Reviewed by Saber Atualizado on novembro 09, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]