Últimas Notícias

[5]

Fumo frequente da maconha: maior risco de doença periodontal



Um estudo publicado no Journal of Periodontology mostrou que o uso recreacional frequente de cannabis (fumo ou vaporização sob alto aquecimento) - incluindo marijuana, haxixe e óleo de haxixe - aumenta bastante o risco de desenvolver uma doença periodontal.

A doença periodontal é um conjunto de condições inflamatórias crônicas, e de origem bacteriana, que afeta a gengiva e pode até levar à perda dentária. Atingindo a parte abaixo da linha da gengiva, essa doença também está associada com vários problemas de saúde fora da região dental, como complicações na gravidez e problemas cardíacos.


- Continua após o anúncio -


O novo estudo, realizado por pesquisadores na Escola de Medicina Dentária da Universidade de Columbia, analisou dados de mais de 1983 adultos entre 2011 e 2012, onde aproximadamente 27% dos participantes reportaram o uso de cannabis pelo menos um ou mais vezes por, no mínimo, 12 meses.

Entre os participantes analisados, usuários frequentes de cannabis, sob uso recreativo, tinham mais locais no tecido da gengiva com sinais de moderada à severa doença periodontal do que aqueles que não são usuários. Os fumantes recreacionais de cannabis, no geral, tinham duas vezes mais chances de ter indícios da doença do que aqueles que não fumavam a droga com frequência.

Esse estudo é mais um alerta sobre os dois usos mais populares da maconha, ou seja, o fumo e o dabbing. No caso do fumo, a fumaça gerada possui um perfil químico praticamente igual ao do cigarro, e até pior em alguns aspectos. É como a nicotina: quando usada em chicletes ou adesivos, os problemas da queima do tabaco deixam de existir. O canabbis demonstra ter efeitos medicinais úteis, mas o fumo (queima) das partes da planta que o contém só traz prejuízos à saúde. Já a vaporização de extratos da maconha sob alto aquecimento produz substâncias cancerígenas, como o benzeno, além de liberar altas doses de canabinoides. O assunto foi melhor discutido no artigo abaixo:

 


- Continua após o anúncio -



Além disso, é válido também lembrar que o uso de cigarros eletrônicos para o consumo de marijuana pode também não ser tão seguro quanto aparenta, segundo um estudo recente: Danos causados pelos cigarros eletrônicos parecem ser bem sérios. No final, fica o lembrete que a maconha é uma droga potencialmente prejudicial assim como as bebidas alcoólicas e o tabaco. Não glamorize seu uso como vem ocorrendo há um bom tempo nos EUA.  Consuma se quiser, mas saiba o que está consumindo. 


Publicação do estudoJopoline

Referência adicional: Columbia University


Fumo frequente da maconha: maior risco de doença periodontal Fumo frequente da maconha: maior risco de doença periodontal Reviewed by Saber Atualizado on junho 10, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]