Últimas Notícias

[5]

Fatalidades infantis: as estradas lideram as causas



Segundo dados liberados pela ONU (Organização Mundial de Saúde), os acidentes envolvendo as estradas são os que mais causam mortes de adolescentes no mundo. Só em 2015, mais de 1,2 milhões de adolescentes morreram e 1 em cada 10 dessas mortes foram atribuídas às estradas.

Entre as cinco maiores causas de mortes entre adolescentes entre 10 e 19 anos, temos:

1. Acidentes em estradas;
2. Infecções do trato respiratório inferior (traqueia, brônquios primários e pulmão), como a pneumonia;
3. Danos auto-infligidos (suicídio intencional ou acidental);
4. Doenças associadas com diarreia;
5. Afogamentos.

De acordo com o recente relatório da ONU, mais de 3 mil adolescentes morrem diariamente no mundo. Acima de dois terços dessas mortes acontecem em países de baixo e moderado nível econômico da África e do Sudeste Asiático. Entre as mulheres, em específico, as causas principais são as infecções do trato respiratório inferior seguido das mortes por suicídio. A quase totalidade dessas fatalidades podem ser prevenidas.

No caso dos acidentes nas estradas, que envolvem na maior parte das vezes adolescentes entre 15 e 19 anos, as vítimas, em sua maioria, são usuários ´vulneráveis´ nessas vias: pedestres, ciclistas e motociclistas. Embora ocorram muito mais em países mais pobres da Europa, Américas e parte oriental do Mediterrâneo, essas mortes lideram em todos os níveis econômicos. No total, foram mais de 115 mil mortes em 2015 .

Uma maior educação sobre segurança nas estradas e uma maior implantação de legislações encorajando os motoristas a evitarem excessos de velocidades são os melhores métodos de prevenção para as mortes relacionadas ao trânsito.

Um dos mais preocupantes, seguindo as mortes pelas estradas, são aquelas relacionadas ao suicídio, as quais vem aumentando em taxas alarmantes entre os mais jovens. Em países mais desenvolvidos, elas vem logo em seguida às mortes nas estradas. Na adolescência, os indivíduos passam por um período de grande estresse e grandes transições, ficando mais vulneráveis. Por isso é importante um maior apoio de familiares, da comunidade e das agências de saúde adereçando o problema, algo ainda deficiente.

No geral, além da vulnerabilidade causada pelas mudanças naturais no corpo dos jovens e incompleta maturidade, muitas vezes isso se soma às dificuldades econômicas e a explorações criminosas, onde indivíduos muito jovens precisam assumir responsabilidades inapropriadas para sua faixa de idade (gravidezes, trabalho/abandono escolar, etc.) e acabam sendo vítimas de abusos diversos, especialmente as mulheres. Tudo isso só fomenta os altos índices de fatalidades nesse grupo.

Referência: OMS
Fatalidades infantis: as estradas lideram as causas Fatalidades infantis: as estradas lideram as causas Reviewed by Saber Atualizado on maio 17, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]