Últimas Notícias

[5]

Vikings exportavam marfim para Kiev, na Ucrânia, reforçando a enorme escala de globalização ecológica na Europa Medieval


Ao longo do período de colonização da Groenlândia pelos Vikings (~980-1100 d.C.), o comércio de marfim oriundo dos dentes caninos de morsas-do-Atlântico - além de pele, carne e gordura - se tornou uma das principais atividades econômicas dos Nórdicos nessa região, com ampla exportação do produto para partes diversas da Europa Ocidental. Aliás, os Vikings provavelmente foram os responsáveis pela extinção das morsas (Odobenus rosmarus) na Islândia (1).


(1) Leitura recomendadaA Groenlândia na Era Viking não tinha gelo?


Em um estudo publicado no periódico Proceedings of the Royal Society B (2), pesquisadores analisaram 9 espécimes de morsas (vestígios ósseos) encontradas em Kiev, capital da Ucrânia, durante escavações no século XII. Combinando análises tipológicas, de DNA antigo (aDNA) e de isótopos estáveis, eles mostraram que 7 espécimes tinham correspondência com morsas da Groenlândia (ou até mesmo de ilhas do Ártico Canadense). Somando-se a isso, análises de artefatos Medievais feitos com marfim de morsa encontradas em Kiev revelaram grande similaridade com artefatos Escandinavos. Até o momento era pensado que o marfim de morsa usado no Leste Europeu durante o período Medieval era oriundo do Ártico Russo.


Os resultados fortemente sugerem que a demanda por morsas caçadas por Nórdicos não se limitou apenas ao Ocidente da Europa, mas também se estendeu para o Leste Europeu e, considerando as rotas comerciais interconectadas, também para a Rússia, o Império Bizantino e a Ásia (nestes dois últimos casos, com evidência apenas de fontes escritas Árabes). Isso realça a grande escala da globalização ecológica já presente no período Medieval. Além disso, explica as evidências de dramáticos declínios das morsas na Groenlândia do ano de 1000 até 1400 d.C..


> Importante mencionar que os Vikings tiveram importante papel no desenvolvimento da região de Kiev e estão ligados diretamente à formação da Rússia, possuindo forte presença no Leste Europeu. Para mais informações, leitura recomendada: Qual é a relação entre Vikings, Rússia e Kiev?


> Globalização ecológica é o processo pelo qual comunidades ruais ou de caçadores-coletores cada vezes mais distantes uns dos ouros são ligadas através de centros de consumo, como grandes cidades.


(1) REFERÊNCIA

  • Barrett et al. (2022). Walruses on the Dnieper: new evidence for the intercontinental trade of Greenlandic ivory in the Middle Ages. Proceedings of the Royal Society B, Volume 289, Issue 1972. https://doi.org/10.1098/rspb.2021.2773

Vikings exportavam marfim para Kiev, na Ucrânia, reforçando a enorme escala de globalização ecológica na Europa Medieval Vikings exportavam marfim para Kiev, na Ucrânia, reforçando a enorme escala de globalização ecológica na Europa Medieval Reviewed by Saber Atualizado on dezembro 08, 2022 Rating: 5

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]