Últimas Notícias

[5]

O centro da Via Láctea pode conter dezenas de milhares de buracos negros presos ao redor do seu supermassivo buraco negro


Em um estudo publicado esta semana na Nature, pesquisadores da Universidade de Columbia, EUA, descreveram a descoberta de 12 buracos negros reunidos ao redor de Sagittarius A* (Sgr A*), o supermassivo buraco negro no centro da nossa galáxia. O achado traz fortes evidências de suporte a um modelo proposto há décadas de que milhares de buracos negros estão localizados ao redor de buracos negros supermassivos no centro de grandes galáxias ('density cusp').

Para conseguir detectar esses buracos negros, os pesquisadores procuraram por sinais de buracos negros associados com estrelas de baixa massa, os quais representam uma parte significativa do total desses corpos na nossa galáxia. Quando isolados, os buracos negros emitem frequentes explosões de raios-X, mas como aqueles presentes no centro galático estão muito distantes da Terra, os astrônomos só conseguem detectar tais emissões a cada 100-1000 anos. Porém, quando estão associados com estrelas de baixa massa, a interação energética dentro desse sistema binário gera explosões de raios-X que são mais fracas mas consistentes e facilmente detectáveis por longos períodos.

- Continua após o anúncio -



Nesse sentido, os pesquisadores usaram os dados arquivados do Chandra X-ray Observatory para procurar por esses casais estelares. Os resultados mostraram claramente 12 desses buracos negros ao redor da Sgr A*, presentes em um raio de 1 parsec - aproximadamente 3,26 anos-luz - a partir desse supermassivo buraco negro (bem dentro do seu raio de influência gravitacional r ~ 3 parsecs). Ao analisarem a distribuição espacial e propriedade dos sistemas binários encontrados, os pesquisadores extrapolaram os dados e chegaram à conclusão que existem cerca de 300 a 500 buracos negros associados a estrelas de baixa massa e cerca de 10 mil buracos negros isolados ao redor do Sgr A*.

Apesar de bem confiantes com os resultados e conclusões, os pesquisadores não descartam que parte das emissões de raios-X observadas possam ter origem de pulsares em em rápida rotação.

Se confirmados os achados, estes podem dar real sustentação para a teoria de formação galática e dinâmica estelar que engloba o fundamental modelo de supermassivos buracos negros nos centros galáticos cercados de dezenas de milhares de buracos negros menores. Aqui na Via Láctea, o modelo prevê até 20 mil buracos negros no seu centro como resultado de fricção dinâmica.

Compartilhe o artigo:



Artigo complementar: O que são os Buracos Negros?

Publicação do estudo: Nature

O centro da Via Láctea pode conter dezenas de milhares de buracos negros presos ao redor do seu supermassivo buraco negro O centro da Via Láctea pode conter dezenas de milhares de buracos negros presos ao redor do seu  supermassivo buraco negro Reviewed by Saber Atualizado on abril 08, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]