Últimas Notícias

[5]

Bactérias no intestino delgado são essenciais para a digestão e absorção de gorduras


Pesquisadores Norte-Americanos, em um estudo publicado esta semana na Cell Host and Microbe, mostrou que uma dieta rica em gorduras pode induzir a proliferação de bactérias que promovem a digestão e absorção de alimentos altamente-gordurosos, o que pode contribuir para o sobrepeso e a obesidade. Pelo menos isso foi visto em modelos humanos representados por ratos.

Estudos anteriores já haviam mostrado que essas bactérias podem se multiplicar dentro de 24 a 48 horas no pequeno intestino (intestino delgado) em resposta ao consumo alimentar de alta quantidade de gorduras - aliás, são poucos os estudos que analisam a microbiota de mamíferos fora do intestino grosso. Já os resultados do novo estudo indicam que essas bactérias facilitam a produção e a secreção de enzimas digestivas no intestino delgado, as quais quebram lipídios e permitem uma rápida absorção de alimentos muito calóricos. Além disso, esses microrganismos também liberam compostos bioativos que estimulam as células intestinais de absorção a transportar gordura/lipídios para a assimilação do corpo.

- Continua após o anúncio -



Para esses achados, os pesquisadores utilizaram ratos livres de microrganismos no intestino e ratos que não carregavam apenas microrganismos patogênicos (SPF - specific pathogen free). Aqueles virtualmente livres de quaisquer microrganismos, quando dados uma dieta rica em gorduras, foram incapazes de digerir ou absorver significativamente alimentos gordurosos. Além de praticamente não ganharem massa corporal, suas fezes apresentavam um elevado nível de lipídios.

Já os ratos SPF que receberam uma dieta gordurosa ganharam massa corporal normalmente. Somando-se a isso, esse tipo de dieta rapidamente aumentou a abundância de certas bactérias no intestino delgado, incluindo representantes das famílias Clostridiaceae e Peptostreptococcaceae. Um dos membros da família Clostridiaceae foi encontrado tendo um específico impacto na absorção de gorduras. E a abundância de outras famílias bacterianas diminuíram com a dieta, incluindo as Bifidobacteriacaea e Bacteriodacaea, as quais são comumente associadas com um corpo mais em forma.

Apesar do estudo preliminar ter sido realizado em ratos, as análises sugerem que isso possa estar ocorrendo no intestino delgado humano. Caso confirmado, isso abre brechas para o desenvolvimento de estratégias de combate à obesidade que visam manipular a abundância das diferentes famílias bacterianas no intestino delgado. Além disso, pode levar ao desenvolvimento de pré- ou pró-bióticos, ou mesmo pós-bióticos (compostos ou metabólitos derivados de bactérias), que otimizem a absorção de nutrientes em pessoas com transtornos de má-absorção alimentar, como a doença de Crohn.

Compartilhe o artigo:



Publicação do estudo:  Cell

Bactérias no intestino delgado são essenciais para a digestão e absorção de gorduras Bactérias no intestino delgado são essenciais para a digestão e absorção de gorduras Reviewed by Saber Atualizado on abril 11, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]