Últimas Notícias

[5]

A paradoxa extinção dos animais mais carismáticos



Um estudo publicado no PLOS Biology desta semana fez um sério alerta. Segundo os pesquisadores, apesar de animais como leões, tigres, elefantes, entre outros, estarem entre os mais populares entre o público em geral, paradoxalmente eles também estão sob grande ameaça. E esse efeito parece estar relacionado com uma camuflagem que a mídia acaba proporcionando.

Para o estudo, os pesquisadores utilizaram uma combinação de pesquisas online, questionários escolares, sites de zoológicos e filmes animados para identificar os 10 animais mais carismáticos. Sem muita surpresa, entre os mais populares estavam o os tigres, os leões e os elefeantes. Porém, ao mesmo tempo, esses três grupos de animais estão sofrendo crescentes declínios populações nos últimos anos e estão todos altamente ameaçados no ambiente selvagem, englobando gêneros, espécies e subespécies.

Além disso, para piorar, apesar da grande popularidade, a comunidade científica sabe relativamente pouco sobre muitos dos mais populares animais, como na questão do número mais preciso possível de panteras, gorilas e elefantes ao redor do globo.

Apesar dessas graves informações, as pessoas continuam adorando esses animais mas ao mesmo tempo tendem a desconhecer totalmente a situação deles na natureza. Quando você espera que a grande popularidade seria um fator a mais de proteção e fomento para medidas de proteção às espécies ameaçadas - aliás, existe uma ideia de que esses animais estão supostamente recebendo uma proteção desproporcional em relação a outros animais -, o que se está se vendo é o contrário.

Para os pesquisadores responsáveis pelo novo estudo, uma hipótese plausível é que a onipresença desses animais na nossa cultura e no pesado marketing nos cercando podem estar formando uma enganosa "população virtual" que ativa uma visão tendenciosa por parte da percepção do público sobre o status desses animais no meio selvagem, levando as pessoas a acreditarem que eles são muito mais numerosos no mundo do que a realidade.

Em outras palavras, a contínua exposição a essas representações virtuais na forma de personagens de filmes, brinquedos, livros, imagens na internet, comerciais, entre outros, plantam a ideia de que os animais promovidos pela mídia possuem populações saudáveis em seus habitats. Isso em especial porque as representações mais populares desses animais acabam não estando associadas com campanhas de conservação, e, sim, com situações mais fúteis e comerciais.

Segundo os pesquisadores, é preciso que as companhias que usam as imagens dessas espécies ameaçadas para propósitos comerciais deveriam também contribuir em peso em campanhas que promovam a conservação ambiental, e que parte significativa dos lucros obtidos na exploração visual dessas espécies sejam direcionados para fundos de proteção da fauna.

Compartilhe o artigo:



Artigos Recomendados:

Publicação do estudo:  PLOS Biology

A paradoxa extinção dos animais mais carismáticos A paradoxa extinção dos animais mais carismáticos Reviewed by Saber Atualizado on abril 15, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]