Últimas Notícias

[5]

Produtos domésticos e industriais estão agora rivalizando com os veículos motores em termos de poluição do ar



De acordo com um surpreendente estudo publicado esta semana na Science, produtos que contêm compostos refinados de petróleo, como agentes domésticos de limpeza, adesivos, loções de beleza, pesticidas, tintas e perfumes, agora rivalizam com os veículos emissores em um importante parâmetro de poluição do ar em áreas urbanas de 33 cidades industrializadas.

Liderado por pesquisadores da Divisão de Ciências Químicas do NOAA, EUA, o estudo focou na emissão de compostos orgânicos voláteis (VOCs, na sigla em inglês). Tais compostos - caracterizados por um baixo ponto de ebulição - estão continuamente sendo liberados durante a evaporação combustíveis fósseis e também por desprendimento de materiais encontrados dentro da residência das pessoas, especialmente aqueles feitos para serem voláteis, como os perfumes e tintas (na secagem principalmente). Os VOCs dessas fontes são liberados na atmosfera e reagem para a produção tanto de ozônio - o qual é tóxico para a saúde na troposfera - via reação com óxidos de nitrogênio (NOx)  quanto de materiais particulados, estes os quais causam sérios danos pulmonares.



Os cientistas concluíram que, nos EUA, a quantidade de VOCs emitida por produtos industriais e domésticos é, na verdade, duas ou três vezes maior do que o estimado pelos atuais modelos de previsão voltados para a poluição aérea. Aliás, esses modelos parecem superestimar a poluição automotiva. Por exemplo, a Agência de Proteção Ambiental dos EUA estima que cerca de 75% das emissões de materiais fósseis (petróleo, carvão mineral, etc.) vêm de fontes relacionais aos combustíveis fósseis e que 25% vêm de produtos químicos diversos. O novo estudo, porém, coloca que a poluição atmosférica no território norte-americano envolve uma culpa em torno de 50% de cada uma das dessas duas fontes.

- Continua após o anúncio -



Segundo os pesquisadores, isso é facilmente explicado quando consideramos que os combustíveis, como a gasolina, ficam bem armazenados para impedir ao máximo que a evaporação traga grandes perdas comerciais. Já os produtos domésticos baseados em petróleo e outros materiais fósseis são feitos justamente para volatilizarem o máximo possível, como os perfumes, liberando grandes quantidades de VOCs. Mesmo o consumo de combustíveis fósseis tendo aumentado bastante nas últimas décadas e correspondendo a quase 15 vezes em massa os produtos domésticos por habitante, os fabricantes e distribuidores fazem de tudo para que pouco deles seja perdido. Além disso, com normas mais duras de proteção ambiental, essa perda por volatilidade é ainda mais rigidamente controlada.

Aliás, foi estimado também que a concentração de VOCs dentro das residências de áreas urbanas - como em Los Angeles - já alcança 10 vezes mais do que o ambiente externo.

Compartilhe o artigo:



Artigo recomendado: Plantas que filtram o seu ar!

Publicação do estudo: Science

Produtos domésticos e industriais estão agora rivalizando com os veículos motores em termos de poluição do ar Produtos domésticos e industriais estão agora rivalizando com os veículos motores em termos de poluição do ar Reviewed by Saber Atualizado on fevereiro 16, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]