Últimas Notícias

[5]

Descoberto como os morcegos lidam com tantos vírus letais no corpo

Os morcegos são mamíferos da ordem Chiroptera, cujos membros superiores com formato de asas membranosas os tornam os únicos mamíferos naturalmente capazes de voar. Outra característica marcante desses animais é o fato deles serem conhecidos por carregarem um grande espectro de vírus altamente patogênicos, como o Ebola, Raiva, Marburg, Hendra, Nipah e o SARS-CoV. Porém, mesmo com todos esses vírus bastante perigosos para os outros mamíferos em geral, os morcegos os carregam sem mostrarem sinais de qualquer doença. Agora, de acordo com um estudo publicado no periódico Cell Host & Microbe, parece que os cientistas conseguiram a resposta para esclarecer a questão.

Segundo os pesquisadores do Instituto de Virologia Wuhan, na China, os morcegos possuem um importante caminho imunológico viral conhecido como STING-interferon que se encontra reduzido em sua atividade quando comparado com outros mamíferos. Nesse caso, isso não significa que esses animais estão paradoxalmente mais desprotegidos, porque os pesquisadores também encontraram que o STING-interferon nos morcegos está com uma atividade mínima suficiente para deter as doenças viróticas de avançarem e, ao mesmo tempo, fraco o suficiente para não disparar uma resposta excessiva do sistema imunológico que despertaria grande parte dos sintomas conhecidos dessas doenças e estado caótico do corpo.

Em humanos, por exemplo, a resposta imunológica para os vírus que os morcegos carregam geralmente acionam severos estados infecciosos, com sintomas muito exarcebados. Aliás, a ativação excessiva do STING-interferon está ligada até mesmo com graves doenças autoimunes. Já os morcegos conseguem encontrar o equilíbrio perfeito.

- Continua após o anúncio -



Os autores do novo estudo hipotetizaram que a estratégia de defesa dos morcegos evoluiu como parte de três características interconectadas na biologia desses animais: eles são mamíferos voadores, possuem uma longa expectativa de vida (quando comparado com outros mamíferos de mesmas dimensões corporais) e hospedam uma grande quantidade de vírus. Adaptações bruscas para o voo - característica única entre os mamíferos -  provavelmente resultaram na seleção positiva de múltiplos genes reparadores de danos no DNA e na imunidade inata. Essas adaptações podem ter modelado caminhos antivirais (STING, interferon, etc.) que os fizeram ótimos reservatórios de vírus: carregam enormes quantidades deles sem serem massivamente atacados pelos perigosos hospedeiros.

A nova descoberta pode trazer ferramentas importantes para a medicina humana, onde podemos adaptar essa estratégia utilizada pelos morcegos para melhor lidarmos com infecções virais.

Compartilhe o artigo:



Publicação do estudo: ScienceDirect

Descoberto como os morcegos lidam com tantos vírus letais no corpo Descoberto como os morcegos lidam com tantos vírus letais no corpo Reviewed by Saber Atualizado on fevereiro 23, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]