Últimas Notícias

[5]

Descoberto dinossauro cheio de penas que pareciam refletir as cores do arco-íris


Em um novo estudo publicado na Nature, pesquisadores descreveram uma nova espécie de dinossauros carregado de penas e datado em torno de 161 milhões de anos atrás. E a nova espécie é única por vários fatores, incluindo a provável presença de iridescência nas penas (capacidade de reflexão de cores diversas em uma superfície de acordo com o ângulo de reflexão, como ocorre em bolhas de são ou em um disco de CD).



Os dinossauros terópodes (que andavam sobre duas pernas, como os Velociraptores) do Meio-Final do Jurássico - Biota Yanliao - estão entre as mais significantes descobertas informando a origem das aves. No entanto, com a exceção do bizarro scasoripteygids, essas espécies têm mostrado similaridades esqueléticas bem marcantes com o relativamente mais jovem Archaeopteryx, por exemplo, no formato do crânio e nas proporções dos membros dianteiros.

O novo espécime do Yanliao agora descoberta é outra exceção ao padrão geral. O fóssil desse terópode - da espécie nomeada Caihong juji - mostra um espectro de características ósseas, assim como aspectos de plumagens e morfologias putativas do melanossoma não previamente vistos em outros do grupo das Paraves, fornecendo importantes informações também para a origem das aves com capacidade de voo. O fóssil foi descoberto na China.

- Continua após o anúncio -



De acordo com os pesquisadores, o espécime tinha cerca de 40 cm de comprimento e uma massa corporal em torno de 475 gramas. Quase todas as suas penas estavam em excelente estado de conservação, e estavam tão densamente preservadas que mostrava tanto características morfológicas brutas quanto refinadas. As penas de contorno eram proporcionalmente mais longas do aquelas de outros terópodes não-aves. Mas uma das coisas que mais chamaram a atenção foram os padrões nanoestruturais nas penas do pescoço que mostravam similaridades com a nanoestrutura de aves hoje que possuem iridescência, como o beija-flor. As análises sugerem que as penas desse dinossauro eram pretas mas com iridescência primariamente localizadas na cabeça, peito e, em menor extensão, na base da cauda.



No geral, esse espécime é o fóssil mais antigo de terópode a mostrar penas assimétricas e, proporcionalmente, longos membros dianteiros, indicando os primeiros sinais evolutivos do voo visto nas aves modernas. O achado torna-se mais do que importante para o melhor entendimento dos passos evolucionários que marcaram a evolução das aves a partir dos dinossauros.

Publicação do estudo: Nature

Descoberto dinossauro cheio de penas que pareciam refletir as cores do arco-íris Descoberto dinossauro cheio de penas que pareciam refletir as cores do arco-íris Reviewed by Saber Atualizado on janeiro 17, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]