Últimas Notícias

[5]

Cientistas inesperadamente descobrem que os camaleões são também fluorescentes


Camaleões são bem conhecidos por mudarem a cor da pele como resposta a fatores ambientais diversos e para a comunicação entre membros de uma mesma espécie. Agora, pesquisadores da Universidade Ludwig-Maximilians, em Munique, Alemanha, descobriram inesperadamente que os tubérculos ósseos na cabeça de várias espécies desses répteis respondem à radiação ultravioleta (UV), ficando fluorescentes e exibindo impressionantes padrões luminosos.  O achado foi publicado esta semana na Scientific Reports.

A fluorescência é bastante comum e disseminada entre os organismos marinhos, mas bastante incomum em tetrápodes terrestres. Mais recentemente, esse fenômeno luminoso foi descoberto na perereca Boana punctata, um anfíbio aqui da América do Sul, via produção de substâncias fluorescentes pelas glândulas linfáticas e da derme. Pouco é conhecido sobre a função ou evolução da fluorescência nos organismos, mas conclusões e hipóteses incluem foto-proteção contra a exposição solar excessiva, mecanismo de detecção de radiação UV, atração de presas ou polinizadores, e sinalizações para a atração de parceiros sexuais, reconhecimento intra-espécie e interação macho-macho. Proteínas, pigmentos, quitina e componentes linfáticos/glandulares são conhecidos de serem agentes fluorescentes nestes organismos.


O novo estudo analisou 160 espécimes cobrindo 31 espécies do gênero Calumma, oriundas da coleção do Zoologische Staatssammlung München, Alemanha (ZSM), do Museo Regionale di Scienze Naturali, Torino, Itália (MRSN), e do Senckenberg Museum, Frankfurt am Main, Alemanha (SMF). 


- Continua após o anúncio -



Segundo os resultados do estudo, a fluorescência ocorreu em várias das espécies analisadas, onde saliências e tubérculos ósseos na cabeça desses camaleões emitem uma luminosidade azul quando excitados pela radiação UV. Usando uma reconstrução histológica 3D, os pesquisadores mostraram que a pele cobrindo os tubérculos no crânio desses répteis é muito fina e consiste apenas de uma camada de epiderme transparente. Essas características permitem que essa pele sirva como uma janela que permite ao UV alcançar os ossos, ser absorvido e deixando também a luz azul emitida da fluorescência sair livremente. Os resultados mostraram também que os indivíduos machos possuem, na média, mais tubérculos do que as fêmeas em quase todas as espécies do gênero Calumma, e que existe uma grande variação de padrões entre os diferentes grupos de espécies.

Além disso, segundo outras análise dos pesquisadores da estrutura óssea baseando a fluorescência observada e testes em mais gêneros, a fluorescência parece ocorrer no mínimo em 8 dos 12 gêneros de camaleões hoje conhecidos, sendo bastante provável que a maioria das espécies desses animais exiba o fenômeno luminoso.



A capacidade de fluorescência de ossos é bem conhecida no meio acadêmico, mas nunca tinha sido demonstrada sendo utilizada para um propósito por um animal. As espécies de camaleões mostrando tais estruturas ósseas especiais são bem disseminados em Madagascar e em alguns gêneros de camaleões Africanos, particularmente aqueles vivendo em habitats florestais úmidos e conhecidos de terem grande exposição ao UV dos raios solares. A fluorescência nos camaleões emite um máximo ao redor de 430 nm no azul, o que gera um bom contraste com o pano de fundo verde e marrom dessas florestas.

Analisando os resultados do estudo, os pesquisadores desconfiam que, por causa principalmente do dismorfismo sexual no número de tubérculos da maioria das espécies do gênero Calumma, essa fluorescência possa servir como um sinalizador para parceiras sexuais. Existe também a possibilidade de ser um sinalizador mais geral de reconhecimento entre os indivíduos de uma mesma espécie, devido às grandes variações únicas de padrões inter-espécies.


Publicação do estudo: Nature (Scientific Reports)

Cientistas inesperadamente descobrem que os camaleões são também fluorescentes Cientistas inesperadamente descobrem que os camaleões são também fluorescentes Reviewed by Saber Atualizado on janeiro 16, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]