Últimas Notícias

[5]

Consumo regular de maconha ligado a uma maior prática de sexo



Um estudo conduzido pela Escola de Medicina da Universidade de Stanford, EUA, mostrou que, apesar da preocupação entre médicos e cientistas de que o consumo frequente de marijuana possa prejudicar o desejo ou a performance sexual, o oposto parece ser verdade.

Após a análise de mais de 50 mil norte-americanos com idades entre 25 e 45 anos, os pesquisadores encontraram que o uso frequente de marijuana não parece trazer prejuízos na performance ou motivação sexual. E, ainda segundo os achados, o consumo dessa droga está associado com um aumento na frequência de atividades sexuais.

- Continua após o anúncio -



Publicado no Journal of Sexual Medicine, o estudo não estabelece uma conexão causal comprovada entre o consumo de marijuana e a atividade sexual, mas os resultados da pesquisa sugerem que sim. Independentemente da raça, idade, nível educacional, religião, estado de saúde, estado civil e até mesmo do uso concomitante de outras drogas, a tendência associativa permaneceu a mesma: usuários de maconha nos EUA mostraram ter cerca de 20% mais sexo do que aqueles que não usam.

Em outras palavras, a correlação positiva da marijuana com a atividade sexual não parece ser meramente um reflexo de um comportamento mais liberal das pessoas (tipo, uma pessoa que fuma maconha estaria mais aberta ao sexo). A frequência de coito permaneceu firme e constante com o aumento do consumo de marijuana, em uma relação de dose-dependência que parece suportar um possível papel ativo dessa droga em promover a atividade sexual.

- Continua após o anúncio -



De qualquer forma, é preciso lembrar que o estudo não traz uma prova definitiva de uma ligação de causa, apenas confirma uma associação geral. Independentemente disso, o estudo traz fortes evidências que derrubam a ideia que o consumo moderado dessa droga está ligado com quaisquer prejuízos sexuais.

Além disso, os resultados confirmam experimentos anteriores conduzidos em modelos animais e humanos que indicavam que a marijuana estimula a atividade do cérebro em regiões envolvidas com a excitação e a atividade sexual. Por outro lado, é preciso ficar atento a reportes relatando disfunção erétil em homens sob pesado consumo da droga e aos resultados de estudos mostrando que o fumo da marijuana está associado com uma redução na contagem de espermatozoides.



Referência: Stanford

Consumo regular de maconha ligado a uma maior prática de sexo Consumo regular de maconha ligado a uma maior prática de sexo Reviewed by Saber Atualizado on outubro 30, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]