Últimas Notícias

[5]

Pesquisadores de São Paulo mostram como as atividades físicas protegem o coração!


Todos já sabem dos benefícios gerados pelas atividades físicas, sendo que as mesmas são consideradas muito importantes para pacientes que tiveram falhas cardíacas (onde o coração não é capaz de bombear sangue suficiente para satisfazer as necessidades do organismo).

Agora, um novo estudo de grande impacto realizado pela Universidade de São Paulo (USP), e publicado no periódico Autophagy, elucidou parte dos mecanismos por trás dos benefícios dos exercícios físicos aeróbicos na proteção de um coração doente.

De acordo com os resultados do estudo, os treinos aeróbicos (corridas, por exemplo) facilitam a remoção das mitocôndrias desfuncionais das células cardíacas. As mitocôndrias são as organelas responsáveis pela produção de energia nas células e a retirada daquelas danificadas aumenta o suporte de ATP (adenosina trifosfato, a molécula que funciona como uma moeda energética para a célula) e reduz a produção de moléculas tóxicas - como radicais livres e aldeídos reativos - que danificam a estrutura celular.

Um estudo realizado anteriormente pelo mesmo grupo de pesquisa, e publicado no Plos One, tinha mostrado outro mecanismo pelo qual as atividades físicas protegem o coração,  através de uma limpeza realizada por um complexo intracelular chamado de proteasoma. Em pacientes com falha cardíaca, a atividade da proteasoma é diminuída em cerca de 50%, resultando no maior acúmulo de proteínas defeituosas no citoplasma, as quais interagem negativamente com o resto da célula. Um aumento nas atividades físicas reativam esse complexo.

O novo processo de limpeza descrito, realizado sobre as mitocôndrias defeituosas, é realizado pelo mecanismo de autofagia. Nesse caso, ao invés de degradar isoladas proteínas, o sistema cria vesículas ao redor das organelas defeituosas e as transporta para os lisossomos (onde é feita a degradação a partir de enzimas).

Em ratos com falhas cardíacas, o fluxo autofágico é interrompido no coração desses mamíferos, levando ao acúmulo de mitocrôndrias desfuncionais. No estudo, ratos doentes (onde falhas cardíacas foram induzidas) que eram mantidos sedentários, tinham a função cardíaca diminuída em 30% após um período de 8 semanas. Já naqueles ratos doentes em treinamento físico a função cardíaca aumentava em 40%. Uma diferença entre os dois grupos de 70%! Isso refletia também os níveis de ATP, cerca de 50% menores nos sedentários, enquanto nos fisicamente ativos os níveis eram semelhantes aos roedores saudáveis.

Além de reforçar a importância das atividades físicas regulares na vida das pessoas, o novo estudo também pode trazer base para o desenvolvimento de medicamentos que podem mirar os genes e proteínas relacionadas com a ativação da autofagia. Porém, como as atividades físicas geram efeitos no organismo inteiro, é praticamente impossível a produção de medicamentos que possam substituí-las.

Referência: FAPESP


Pesquisadores de São Paulo mostram como as atividades físicas protegem o coração! Pesquisadores de São Paulo mostram como as atividades físicas protegem o coração! Reviewed by Saber Atualizado on agosto 28, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]