Últimas Notícias

[5]

Uso regular da maconha torna a sedação até 220% mais difícil


Em vista do dramático aumento de popularidade do uso recreativo da maconha, um novo estudo publicado no The Journal of the American Osteopathic Association (1) trouxe um importante alerta: pacientes que usam regularmente maconha podem necessitar de uma quantidade 2,2 vezes maior de sedação durante procedimentos médicos. E esse achado pode refletir outras preocupantes interações medicamentosas. Esse é mais um alerta que se soma a inúmeros outros sobre os efeitos adversos do uso dessa droga, especialmente quando esse uso foge do campo medicinal e vai para o indiscriminado (2)


(2) Leitura recomendada: Fumo e uso recreativo da maconha: Lobo sob pele de cordeiro


Para chegarem nessa conclusão, pesquisadores no Colorado, EUA, examinaram os registros médicos de 250 pacientes que receberam procedimentos endoscópicos do ano de 2012 para cá, quando o estado Norte-Americano legalizou o uso recreativo da maconha (cannabis). Eles encontraram que pacientes que fumavam ou ingeriam maconha de forma diária ou semanal precisavam de 14% mais fentanila, 20% mais midazolam, e 220% mais propofol para alcançarem uma sedação ideal para procedimentos de rotina, incluindo colonoscopia. A intensidade do fenômeno observado como consequência do uso de maconha persistiu mesmo quando a análise dos dados levou em conta a idade, o sexo, e o uso de bebidas alcoólicas, benzodiazepinas e opiatos.

O problema nessa história não é apenas o gasto de mais recursos farmacêuticos nos hospitais. Alguns desses medicamentos anestésicos possuem efeitos colaterais que são dose-dependentes, ou seja, quanto maior a dose administrada no paciente, maiores são os riscos de problemas. Isso é particularmente perigoso quando supressão das funções respiratórias é um dos efeitos colaterais.

- Continua após o anúncio -



Ainda não se sabe os mecanismos por trás da necessidade de maiores dosagens de anestésicos para os usuários de maconha. O tempo de meia-vida do tetrahidrocanabiol (THC) no corpo humano fica entre 5 e 13 dias, e a total eliminação do sistema pode levar até 25 dias. Estudos anteriores já propuseram algumas hipóteses de como o THC pode interferir com a ação de fármacos, via interação com receptores canabinoides específicos. Nesse sentido, os pesquisadores também mostraram preocupação com possíveis outras interações medicamentosas com os compostos ativos da maconha, os quais podem tornar tratamentos diversos menos efetivos.

 Vários casos de efeitos adversos ligados à maconha estão sendo reportados anedoticamente, mas está havendo pouco controle ou rígida análise estatística dos reportes. Médicos no Colorado têm notado mais pacientes reclamando de náuseas crônicas, um sintoma associado ao uso regular de maconha e que pode resultar em séria gravidade. Os médicos também vêm notando que pacientes estão requerendo doses muito maiores de anestesia geral e sofrendo maiores taxas de ataques súbitos pós-operatórios. Esses reportes foram o motivo que fomentou a realização do novo estudo.

Em linha com os reportes, os pesquisadores sugeriram que procedimentos de anestesia geral - os quais também utilizam as mesmas drogas anestésicas que os procedimentos de sedação moderada, como o propofol - em pacientes usuários de maconha sejam também analisados em futuros estudos, especialmente porque carregam mais riscos (3).


(3) Leitura recomendada: Anestesia geral: Um dos maiores mistérios da medicina


Só nos EUA, entre 2007 e 2015 houve um aumento de 43% no uso de maconha. Muitas campanhas de legalização dentro e fora dos EUA estão focando apenas na questão legal da liberação da droga, geralmente ignorando o quesito 'conscientização'. A maconha e seus componentes canabinoides deveriam ser tratados como medicamentos, não como doces.


(1) Publicação do estudo: JAOA

Uso regular da maconha torna a sedação até 220% mais difícil Uso regular da maconha torna a sedação até 220% mais difícil Reviewed by Saber Atualizado on abril 18, 2019 Rating: 5

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]