Últimas Notícias

[5]

Trump encaminha uma ordem para que a NASA se prepare para colocar o homem na Lua novamente



Em 20 de Julho de 1969, os astronautas da Apollo 11 faziam o primeiro pouso da humanidade na Lua, fomentados com o desafio imposto pelo Presidente Kennedy de colocar o primeiro homem na Lua antes do fim da década de 1960. Com mais de meio bilhão de pessoas assistindo a missão na Terra, Armstrong desceu as escadas do módulo lunar e proclamou: "Esse é um pequeno passo para um homem, e um gigante salto para a humanidade". Nos próximos 3 anos e meio, 10 astronautas seguiram os passos da Apollo 11. O comandante Gene Ceman foi o último a deixar a superfície lunar, deixando essas palavras: "Nós vamos embora como nós viemos e, se Deus quiser, como nós retornaremos, com paz e esperança para toda humanidade".



E, agora, parece que o polêmico Presidente Donald Trump quer honrar as palavras de Ceman. Nessa última segunda-feira, dia 11 de Dezembro, Trump assinou uma diretriz que instrui a NASA a enviar astronautas de volta à Lua. A ordem não veio com um prazo e, por enquanto, também não possui uma injeção oficial de financiamento. Porém, a administração do Presidente norte-americano já vem há um tempo sinalizando seu interesse de liderar a volta do homem à superfície lunar, alimentando a esperança de cientistas ao redor do mundo.


- Continua após o anúncio -



"Isso é fantástico", diz David Kring, um geólogo do Instituto Lunar e Planetário em Houston, Texas, e quem trabalhou em anos recentes no planejamento de possíveis locais de pouso na Lua para os astronautas. "Eu penso que a Lua é o melhor lugar no Sistema Solar para responder às questões fundamentais sobre a origem do Sistema Solar, a evolução das órbitas planetárias, o processo de acreção no nosso próprio planeta e, sem dúvida, a origem da vida na Terra. E o nosso satélite natural está a apenas 3 dias de distância de nós."

Ao contrário das missões Apollo na década de 1960 e 1970, o novo empreendimento lunar da NASA é esperado de envolver colaboração internacional. Segundo a Casa Branca, os EUA irão trabalhar com outras nações e indústrias privadas para enviar novos astronautas para a Lua, desenvolvendo tecnologia e meios também para a exploração de Marte e outros destinos no nosso sistema estelar.


As agências espaciais de 14 nações já vêm arquitetando como seriam essas missões para a Lua. O Grupo Internacional de Coordenação para a Exploração Espacial, por exemplo, projeta cinco visitas lunares, cada uma envolvendo quatro astronautas, para cinco diferentes locais de pouso ao longo de cinco anos. Em cada visita os astronautas gastariam até 28 dias na superfície lunar, dirigindo veículos exploratórios para investigar cada região. Depois que a tripulação de cada missão deixasse o local, a NASA tomaria controle e, remotamente, passaria a orientar os veículos exploratórios para os próximos locais de pouso. No caminho poderia ir coletando dados científicos de fenômenos naturais diversos ocorrendo por lá.




O Vale Sul-Polar Aitken (SPA, South Pole-Aitken) é o maior impacto na Lua e um dos maiores no Sistema Solar, com um diâmetro de 2600 km e uma profundidade que pode ultrapassar os 15 km do ponto mais baixo para o ponto mais alto das bordas. Essa é uma região mais do que interessante para ser explorada. Para começar, gigantescos eventos de impacto podem remover materiais da superfície de áreas locais e trazer materiais abaixo das crateras de impacto para, ou próximo, a superfície. Quanto maior a cratera, mais profunda é a origem do material que pode ser exposto. Como o SPA é o maior impacto na Lua, com mais de 8 km de profundidade, os materiais mais profundos na crosta lunar devem ter sido expostos, marcando uma região com características únicas no nosso satélite.

A NASA já está desenvolvendo poderosos foguetes e veículos tripulados que podem transportar astronautas para a Lua com a máxima segurança, e os preparativos estariam à disposição de uso já no início da década de 2020. O mais significativo equipamento que a agência teria que desenvolver para colocar os astronautas na superfície da Lua com a melhor eficiência possível seria um sistema de pouso.



- Continua após o anúncio -



ESCLARECIMENTO: É uma eterna polêmica a questão da suposta ida do homem à Lua. Todas as evidências e registros históricos mostram que  os astronautas norte-americanos realmente alcançaram e pousaram no nosso satélite lunar durante as missões Apollo, entre 1969 e 1972, mas mesmo assim existem diversas teorias da conspiração em torno dessa conquista espacial. Talvez, a principal argumentação dos teóricos da conspiração é o porquê do governo dos EUA não ter mandado outras missões depois de 1972. Bem, isso pode ser explicado de forma simples: verba para investimento. Ora, hoje a NASA já enfrenta problemas de investimento em certas áreas, imagina financiar uma caríssima missão para a Lua. Durante a Guerra Fria, existia uma grande disputa ideológica entre URSS e EUA, e a corrida espacial era uma das grandes campanhas publicitárias entre os dois grandes polos de poder. Chegar primeiro à Lua era de extrema importância simbólica. O gigantesco investimento para as missões Apollo, portanto, era mais do que justificável para fins simbólicos.

        Um exemplo bem conhecido que corrobora a justificativa financeira por trás da inexistência de outros pousos na Lua pós década de 70, é a poderosa aeronave SR-71 Blackbird, criada também na década de 60 com propósitos de espionagem na Guerra Fria. O SR-71 detém até hoje todos os recordes de velocidade e altitude alcançada por um avião militar, mas como ele consumia quantidades absurdas de dinheiro para as suas missões e manutenção, ele foi completamente tirado de uso e aposentado na década de 90. Tê-lo hoje em missões aéreas pelo mundo seria uma grande arma para os EUA, mas os custos não compensam mais, especialmente com o advento dos satélites.

Para saber mais sobre o SR-71, acesse o artigo: SR-71: O Senhor dos Céus!

SUGESTÃO DE LEITURA: Existem muitos mitos e erros sobre a Lua. Para saber mais, acesse o artigo Erros mais comuns sobre a Lua


Referências:
1. https://www.nature.com/articles/d41586-017-08473-1
2. https://www.nasa.gov/mission_pages/apollo/apollo11.html
3. https://www.nasa.gov/mission_pages/LRO/multimedia/lroimages/lola-20100409-aitken.html
4. https://solarsystem.nasa.gov/planets/moon/indepth
5. https://moon.nasa.gov/news/35/new-space-policy-directive-calls-for-human-expansion-across-solar-system/

Trump encaminha uma ordem para que a NASA se prepare para colocar o homem na Lua novamente Trump encaminha uma ordem para que a NASA se prepare para colocar o homem na Lua novamente Reviewed by Saber Atualizado on dezembro 12, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Sora Templates

Image Link [https://2.bp.blogspot.com/-XZnet68NDWE/VzpxIDzPwtI/AAAAAAAAXH0/SpZV7JIXvM8planS-seiOY55OwQO_tyJQCLcB/s320/globo2preto%2Bfundo%2Bbranco%2Balmost%2B4.png] Author Name [Saber Atualizado] Author Description [Porque o mundo só segue em frente se estiver atualizado!] Twitter Username [JeanRealizes] Facebook Username [saberatualizado] GPlus Username [+jeanjuan] Pinterest Username [You username Here] Instagram Username [jeanoliveirafit]